Puerto Deseado: Chegam os primeiros pinguins-de-penacho-amarelo da temporada

Desta forma, começa o ciclo reprodutivo anual na única colônia de acesso continental desta espécie.

Como acontece todo ano nesta época, os primeiros pinguins-de-penacho-amarelo já chegaram à Ilha Pingüino, próxima de Puerto Deseado, na província de Santa Cruz. Pela sua proximidade do continente e por ser de fácil acesso, a ilha, declarada Reserva Provincial, é um lugar extraordinário para realizar o avistamento, a partir dos últimos dias de outubro e até o mês de abril.

Por volta de 1200 pinguins-de-penacho-amarelo machos chegaram à Ilha Pingüino para preparar seus ninhos com pedras, galhos e penas. Durante os próximos 15 dias, chegará à ilha um número similar de fêmeas, seguidas por 800 espécimes jovens.

Estas vistosas aves podem ser identificadas facilmente, por alguns traços visíveis, como a sobrancelha comprida, de cor amarelo intenso e seus olhos vermelhos. Para realizar o avistamento, é suficiente percorrer um trecho curto e pitoresco de navegação desde Puerto Deseado. Ali será possível vê-los, com seu andar peculiar, pulando de rocha em rocha, fato que lhe confere o nome com o qual é conhecido em inglês: Rockhopper. No entanto, é conveniente manter uma distância prudencial, pois eles são muito zelosos do cuidado de seus filhotes e podem chegar a se comportar de maneira agressiva se considerarem que os mesmos estão em risco.

Os visitantes podem deleitar-se também com a vasta colônia de pinguins de Magalhães, são maioria- cormorões, pombas antárticas e petréis, entre outras espécies de aves. Devemos destacar também a presença do lobo marinho e do golfinho-de-commerson. Sem dúvida, a observação da fauna patagônica vai ser uma grande festa!

Mais inf.: www.deseado.gob.ar

“A informação fornecida pelos sites mencionados é de absoluta responsabilidade de seus editores. O Instituto Nacional de Promoção Turística não se responsabiliza pelos dados ali publicados”.

Voltar
linea

Comentários

Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade de seus autores e as consequências derivadas dos mesmos podem ser passíveis de sanções legais.